Vendas on-line internacionais. Comércio eletrônico internacional

Neste artigo do WikiTIPs, você aprenderá como vender seus produtos on-line internacionalmente e o que deve ser observado.
5
(1)

VENDAS ON-LINE INTERNACIONAIS. COMÉRCIO ELETRÔNICO INTERNACIONAL

Acelere seus negócios com essas dicas de especialistas sobre "Vendas on-line internacionais". Comércio eletrônico internacional". Analise e descubra essa DICA!

As vendas on-line internacionais são um importante oportunidade para as empresas se expandirem para novos mercados e aumentarem as vendas.

Para isso, é importante ter em mente vários aspectos importantes

  1. Pesquisar o mercado: Antes de iniciar as vendas on-line internacionais, é importante pesquisar o mercado-alvo para conhecer suas particularidades. Isso inclui aspectos como demanda, concorrência, regulamentações e preferências culturais.
  2. Adapte a oferta: Depois que o mercado for conhecido, é importante adaptar a oferta às necessidades e preferências dos clientes em potencial. Isso pode envolver a personalização do site, a adaptação do catálogo de produtos e a adaptação das políticas de remessa e devolução.
  3. Seleção de plataforma: É importante selecionar a plataforma de vendas certa para o mercado-alvo. Há diferentes opções disponíveis, desde grandes plataformas de vendas on-line até plataformas especializadas em determinados mercados ou produtos.
  4. Estratégia de marketing: Após o lançamento da loja on-line, é importante implementar uma estratégia de marketing adequada para alcançar os clientes em potencial. Isso pode incluir publicidade em mídias sociais, marketing por e-mail, SEO e colaboração com influenciadores e blogueiros.
  5. Logística internacional: A logística é um aspecto fundamental das vendas on-line internacionais. É importante ter uma empresa de logística internacional que permita que os produtos sejam enviados para qualquer lugar do mundo de forma rápida e eficiente.
  6. Suporte multilíngue: É importante ter um suporte multilíngue para poder atender a clientes de diferentes países e resolver suas dúvidas ou problemas de forma eficaz.

Em poucas palavras, A venda on-line internacional é uma oportunidade para as empresas expandirem seu alcance e aumentarem as vendas, mas requer pesquisa e preparação para garantir o sucesso.

Com a estratégia correta e a seleção dos parceiros certos, é possível aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas pelas vendas on-line internacionais.

Comércio eletrônico internacional

O comércio eletrônico internacional é uma excelente oportunidade para as empresas se expandirem para novos mercados, alcançarem clientes em todo o mundo e aumentarem as vendas.

ENTRETANTO, É IMPORTANTE TER EM MENTE ALGUMAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES PARA O SUCESSO NESSA ÁREA:

  1. Conheça as leis e os regulamentos: Cada país tem suas próprias leis e regulamentos relativos a impostos, alfândega, privacidade de dados, etc. É importante conhecer e cumprir essas regulamentações para evitar problemas legais e garantir uma experiência de compra satisfatória para os clientes.
  2. Adapte o site: O site de comércio eletrônico deve ser adaptado aos mercados internacionais, incluindo a tradução para diferentes idiomas, a conversão de moedas e a adaptação às preferências culturais locais.
  3. Escolha de plataformas e métodos de pagamento: É importante selecionar as plataformas de comércio eletrônico corretas para cada mercado, levando em conta os métodos de pagamento preferidos pelos clientes locais e as regulamentações relativas à segurança e à privacidade.
  4. Logística internacional: A logística é um aspecto crucial do comércio eletrônico internacional. É importante ter uma empresa de logística internacional que permita o envio de produtos para qualquer parte do mundo de forma rápida e eficiente, além de gerenciar os procedimentos alfandegários e os custos de envio.
  5. Atendimento ao cliente multilíngue: O atendimento ao cliente é essencial em qualquer empresa de comércio eletrônico, mas, no ambiente internacional, é necessário um suporte multilíngue para poder atender aos clientes de diferentes países e resolver suas dúvidas ou problemas de forma eficaz.
  6. Estratégia de marketing internacional: É importante implementar uma estratégia de marketing adequada para cada mercado internacional, incluindo publicidade em mídias sociais, SEO, marketing por e-mail, colaboração com influenciadores e blogueiros locais, etc.

Em poucas palavras, O comércio eletrônico internacional é uma excelente oportunidade para expandir os negócios e alcançar novos mercados, mas requer pesquisa e preparação para garantir o sucesso.

Com a estratégia certa e a seleção dos parceiros certos, é possível aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas pelo comércio eletrônico internacional.

VENDER PRODUTOS ON-LINE PARA OUTROS PAÍSES FORA DA UE, SE VOCÊ FOR UM CIDADÃO EUROPEU

A venda de produtos ONLINE para países fora da UE pode ser uma excelente oportunidade para expandir seus negócios e alcançar novos clientes em todo o mundo.

NO ENTANTO, É IMPORTANTE TER EM MENTE ALGUNS ASPECTOS FUNDAMENTAIS PARA GARANTIR UMA VENDA BEM-SUCEDIDA:

  1. Pesquisa de mercado: Antes de começar a vender em um determinado país, é importante pesquisar o mercado local para conhecer os gostos, as preferências e os hábitos de compra dos clientes. Além disso, é importante estar ciente das regulamentações e restrições de importação e exportação para evitar problemas legais.
  2. Seleção de parceiros logísticos: É importante ter uma empresa de logística confiável que possa lidar com remessas internacionais e garantir que as mercadorias cheguem no prazo e em boas condições.
  3. Adaptação do site: É importante adaptar o site de comércio eletrônico para o mercado local, incluindo a tradução para diferentes idiomas e a conversão de moedas. Além disso, é importante levar em conta as preferências culturais e de design locais.
  4. Escolha de plataformas e métodos de pagamento: É importante selecionar as plataformas de comércio eletrônico corretas para cada mercado, levando em conta os métodos de pagamento preferidos pelos clientes locais e as regulamentações relativas à segurança e à privacidade.
  5. Atendimento ao cliente multilíngue: É essencial oferecer suporte multilíngue para poder atender a clientes de diferentes países e resolver suas dúvidas ou problemas de forma eficaz.
  6. Desembaraço fiscal e alfandegário: É importante conhecer as regulamentações e restrições tributárias e alfandegárias do país de destino, para garantir que as mercadorias possam entrar sem problemas e que não haja surpresas desagradáveis para o cliente.

Em resumo, vA venda de produtos ONLINE para países fora da UE pode ser uma excelente oportunidade para expandir seus negócios, mas requer preparação e gerenciamento adequados para garantir o sucesso.

Com a estratégia correta de pesquisa de mercado, a seleção dos parceiros logísticos certos, a adaptação do site e a seleção dos métodos de pagamento certos, é possível aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas pelo comércio eletrônico internacional.

Se quiser vender para países da União Europeia, o único procedimento a ser realizado é registrar a empresa como Operadora Intracomunitária junto às autoridades fiscais, o que se reflete na colocação das letras ES na frente do número do IVA. Se a venda for para pessoas físicas, o IVA devido (ver+ TIP) e, se for entre empresas, será isento de IVA como comércio intracomunitário.

Por outro lado, se o objetivo é exportar através de uma loja on-line para países fora da União Européia, devemos estar inscritos no registro de Exportadores e Importadores EORI junto às Autoridades Fiscais, Declaração Aduaneira e registrar o produto nos registros de saúde/alimentação do país para o qual vamos exportar. Além disso, Nesse caso, as faturas para empresas e pessoas físicas serão isentas de IVA.

Ao exportar para outro país, deve-se levar em conta que existe um posto alfandegário de exportação e um posto alfandegário de importação, e um custo deve ser pago para que o produto entre no país, também conhecido como direito aduaneiro ou dívida alfandegária.

Saber o custo dessas tarifas para os produtos a serem trazidos para o país ajudará a evitar problemas. Há países que não têm tarifas até um valor mínimo do produto, mas se houver tarifas, quem arca com o custo? A União Europeia tem acordos com países onde as tarifas são zero ou baixas, como no caso do Chile.

COMO EXPORTAR ECOMMERCE?

Quando se trata de dar o salto para as vendas internacionais, é preciso estar bem preparado, os clientes estão procurando lojas on-line com bons preços, sérias e profissionais, que entregarão o produto em suas casas sem custos alfandegários surpresa que bloquearão seu pedido.

REQUISITOS PARA UMA LOJA ON-LINE INTERNACIONAL:

A loja on-line para exportação precisa ter um método de pagamento que garanta a segurança de seus clientes e possa se defender contra possíveis fraudes. Para exportar para o exterior, é essencial oferecer um excelente serviço ao cliente e uma perfeita gestão da logística internacional.

Os clientes devem sentir que mesmo a milhares de quilômetros de distância existe uma empresa exportadora por trás deles que responde às suas dúvidas e necessidades.

Como criar uma loja on-line para vender em vários países?

Criar uma loja on-line que possa vender em muitos países requer uma estratégia cuidadosa e um planejamento detalhado.

AQUI ESTÃO ALGUMAS ETAPAS IMPORTANTES PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOJA ON-LINE INTERNACIONAL:

  1. Pesquisa de mercado: Antes de começar a criar sua loja on-line, é importante fazer uma pesquisa de mercado completa para conhecer os diferentes mercados em que deseja vender e entender as necessidades, os gostos e as preferências dos consumidores de cada país. Você também deve considerar os aspectos legais e fiscais, como as regulamentações de importação e exportação e as leis tributárias específicas de cada país.
  2. Selecione a plataforma certa: Há muitas plataformas de comércio eletrônico disponíveis para escolha. Ao escolher a plataforma certa, verifique se ela permite que você configure o site para vários idiomas e moedas, além de lidar com várias opções de envio e pagamento.
  3. Adapte seu site: Certifique-se de que seu website seja fácil de navegar e tenha uma experiência de usuário satisfatória. Para isso, você deve adaptar o site para cada mercado específico, incluindo a tradução do conteúdo, das imagens e dos textos para os idiomas locais. Também é importante garantir que o design seja atraente e relevante para cada mercado.
  4. Configurar a logística: Certifique-se de ter parceiros de logística confiáveis que possam cuidar da remessa e da entrega em cada país. Você também deve considerar o gerenciamento de estoque, os custos de remessa e as políticas de devolução em cada mercado.
  5. Considere as leis e os regulamentos locais: Cada país tem leis e regulamentações exclusivas relacionadas ao comércio eletrônico. Não deixe de pesquisar e entender as leis e regulamentações específicas de cada país para evitar problemas legais.
  6. Oferece excelente atendimento ao cliente: Certifique-se de oferecer um atendimento excepcional ao cliente, o que inclui suporte em vários idiomas, bem como opções de bate-papo ao vivo e e-mail para resolver quaisquer problemas que os clientes possam ter.

Em poucas palavras, A criação de uma loja on-line internacional de sucesso requer uma abordagem cuidadosa e estratégica.

Pesquisando cuidadosamente os mercados, selecionando a plataforma certa, adaptando o site, configurando a logística, conhecendo as leis e regulamentações locais e fornecendo um excelente atendimento ao cliente, você pode ter sucesso vendendo em muitos países.

O inteligência artificial (ver+ DICA) pode ajudar um empresário que deseja vender on-line para outros países de várias maneiras:

  1. Assessoria na plataforma de comércio eletrônico: pode fornecer orientação sobre as diferentes plataformas de comércio eletrônico disponíveis e ajudar o empreendedor a escolher a melhor plataforma para suas necessidades específicas.
  2. Orientação sobre o design do site: pode oferecer orientação sobre como adaptar o site para diferentes mercados, incluindo a tradução do conteúdo e a adaptação do design para cada mercado.
  3. Assessoria em logística: pode fornecer informações sobre parceiros de logística confiáveis e como lidar com remessas e entregas em diferentes países.
  4. Orientação sobre leis e regulamentos locais: pode ajudar o empreendedor a entender as leis e regulamentações específicas de cada país e como cumpri-las.
  5. Conselhos sobre atendimento ao cliente: pode oferecer conselhos sobre como fornecer um excelente atendimento ao cliente, incluindo opções de suporte multilíngue, chat ao vivo e opções de e-mail.

Em resumo, a inteligência artificial pode fornecer consultoria e orientação especializadas ao empreendedor para ajudá-lo a estabelecer e gerenciar uma loja on-line internacional bem-sucedida e lucrativa.

POR EXEMPLO, UM EMPRESÁRIO QUE DESEJA VENDER PRODUTOS DE MODA ON-LINE PARA OUTROS PAÍSES PODE USAR A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA:

  1. Obtenha orientação sobre as plataformas de comércio eletrônico mais adequadas para sua empresa, como Shopify, WooCommerce ou Magento.
  2. Saiba como projetar e adaptar o website para diferentes mercados, incluindo a tradução do conteúdo e a adaptação do design para cada país ou região.
  3. Conhecer os parceiros de logística mais adequados para lidar com a remessa e a entrega em cada país e como estabelecer taxas de remessa precisas.
  4. Saiba mais sobre as regulamentações específicas de cada país e como cumpri-las em termos de impostos, alfândega e outras regulamentações de comércio eletrônico.
  5. Obtenha conselhos sobre como fornecer um excelente atendimento ao cliente, incluindo opções de suporte multilíngue, chat ao vivo e opções de e-mail.
OUTRO EXEMPLO SERIA O DE UM EMPRESÁRIO QUE DESEJA VENDER PRODUTOS ALIMENTÍCIOS ON-LINE PARA OUTROS PAÍSES. NESSE CASO, A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PODE AJUDAR:
  1. Escolha as melhores plataformas de comércio eletrônico para produtos alimentícios, como Mercado Libre, Amazon ou eBay.
  2. Saiba como projetar e adaptar o website para diferentes mercados, incluindo a tradução do conteúdo e a adaptação do design para cada país.
  3. Conhecer os parceiros logísticos certos para o manuseio de produtos alimentícios e saber como lidar com a refrigeração e o transporte adequado dos produtos.
  4. Conheça as regulamentações específicas de cada país sobre o transporte e a importação de gêneros alimentícios e saiba como cumpri-las.
  5. Aprenda sobre as políticas de segurança e qualidade de alimentos para garantir a satisfação do cliente e a conformidade regulatória.

Em ambos os casos, A inteligência artificial pode fornecer aconselhamento e orientação personalizados para ajudar o empreendedor a ter sucesso nas vendas on-line em diferentes países e regiões.

APLIQUE ESTA DICA AO SEU PROJETO

TASK

ESTUDO DE CASO DE UM EMPREENDEDOR DO PROGRAMA DE ACELERAÇÃO QUE DESEJA VENDER ON-LINE PARA MUITOS PAÍSES E USA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, ENTRE OUTRAS FERRAMENTAS

Clara é uma empreendedora que participou do programa de aceleração do Acelera e administra uma loja on-line que vende roupas e acessórios personalizados. Clara quer levar seu negócio para o próximo nível e começar a vender on-line para outros países do mundo.

Clara se reúne com seu mentor na Accelerate para discutir sua meta de vender on-line em outros países. Seu mentor a aconselha a usar a inteligência artificial para obter orientação e suporte em seu processo de expansão internacional.

Com a inteligência artificial, Clara aprende sobre as melhores plataformas de comércio eletrônico para vender on-line para outros países, como projetar e adaptar seu site para diferentes mercados, como escolher os parceiros de logística certos para lidar com o envio e a entrega em cada país e como cumprir as regulamentações e leis de cada país.

Clara também aprende a prestar um excelente atendimento ao cliente, inclusive em diferentes idiomas, e a definir taxas de remessa precisas. Com o apoio de seu mentor e da inteligência artificial, Clara pode tomar decisões informadas e garantir que sua loja on-line esteja pronta para o mercado internacional.

Finalmente, Clara conclui seu programa de aceleração e lança sua loja on-line em vários países, inclusive nos EUA, no Reino Unido e na França. Com a ajuda da inteligência artificial, Clara conseguiu entrar com sucesso no mercado internacional e expandir seus negócios globalmente.

QUIZ

PENSE EM VOCÊ

PENSAR EM AJUDAR OS OUTROS

Avalie esta DICA!

Clique nas estrelas para avaliar

Classificação "1" - Média " - Média5"

Sem votos ainda, seja o primeiro a votar!

Lamentamos que você não tenha achado útil.

Ajude-nos a melhorar esta DICA!

Deixe-nos um comentário e diga-nos como você poderia melhorar esta DICA

COMPARTE

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Jaime Cavero

Jaime Cavero

Presidente de la Aceleradora mentorDay. Inversor en startups e impulsor de nuevas empresas a través de Dyrecto, DreaperB1 y mentorDay.
Comentários
Todos os comentários.
Comentários

Tabla de contenidos

  • mentorVIRTUAL: Soy tu mentorVIRTUAL. ¿alguna pregunta?

La respuesta tardará unos 20 segundos. Generando respuesta ...

ISSUES

vendas on-line de comércio eletrônico internacional

Pular para o conteúdo